Imprensa | Ultimas Notícias

11 de Abril | :

Autor: Luana Pereira

Projeto “LUZ DO AMANHÔ é apresentado e será reativado em Feliz Natal

O Projeto de Prevenção Primária “Luz do Amanhã: Cultivando Segurança com Integração Social” foi apresentado nesta quarta-feira (11), no Centro de eventos Tio Teco. A reunião contou com a presença do Executivo e Legislativo, Policias Militar e Civil, autoridades religiosas e sociedade civil organizada; além de aproximadamente 250 alunos das escolas Municipal Princesa Isabel e Estadual André Antonio Maggi.

As ações do projeto têm por objetivo instruir os adolescentes sobre técnicas de plantio e cultivo de hortaliças. Educando-os também intelectual, moral e civicamente, tendo como base o trabalho, o convívio familiar e social.

O autor do projeto, Capitão da PM Fernando Dantas, explica que hoje as ações estão sendo ativadas em aproximadamente sete munícipios. “Sinto orgulho de dizer que esse projeto iniciou aqui em 2007 e nós estamos retomando esse trabalho. É preciso que haja envolvimento da sociedade, o projeto luz do amanhã não é um projeto da Policia Militar, não é um projeto de recuperação.”

O Chefe do Executivo, Rafael Pavei, declarou que apóia o projeto e que as portas da Prefeitura estão abertas. “Esse é um projeto é sério que nasceu em Feliz Natal. Quero dizer aos adolescentes que quando estamos na escola nós pensamos que tudo é maravilha, mas o mundo ai fora está para nos ensina. Nada se consegue sem educação, sem respeito e sem disciplina.

 “Como presidente da Câmara e representante do povo, é que recebemos de braços abertos e apoiamos esse programa que vem a beneficiar toda população. Vamos abraçar essa causa, e que vocês alunos também o recebam e participem.”,

Na oportunidade se fizeram presentes o Promotor de Justiça, Marcelo Mantovanni, e o Juiz Juliano Hermont Hermes Da Silva, que parabenizaram a iniciativa e se colocaram à disposição para que o projeto seja executado.

Podem participar jovens de 12 a 17 anos de idade, que entram no projeto participam do curso de qualificação com duração de um ano, se formam, permanecem no projeto em curso de qualificação profissional, são encaminhados para o primeiro emprego, e auxiliam a sociedade na desenvoltura de campanhas educativas, deixam o projeto quando fazem 18 anos de idade.

O próximo passo será a composição da diretoria do projeto, feito isso serão abertas às inscrições e a inicialização dos trabalhos no município.